Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário do Bebé (e da Mamã)

Diário do Bebé (e da Mamã)

Alimentação na gravidez - Parte 1

Talvez este post já devesse ter sido escrito, porque por aqui já à muito tempo que simplesmente não como determinados alimentos, mas espero que seja úteis para futuras mamãs que ainda estão bem no início.

12 Alimentos proibidos ou a evitar na gravidez

foto_2010.jpg 

1. Carne ou peixe mal passados ou crus

Estes foram alimentos que eliminei desde logo, mal começamos os treinos, sabia de antemão que não sou imune à toxoplasmose, é um risco muito grande que a bebé poderia correr.

Assim eliminei tudo o que é bife de vaca mal passado, peixe cru (sushi que pessoalmente não gosto) ou mal passado .

Prefiro prevenir.

2. Ovos crus

Tal como a carne nada de ovos crus ou mal passados, maionese caseira nem pensar, nem provar a massa do bolo antes de ir ao forno, as salmonelas podem ser muito prejudiciais.

3. Bebidas não pasteurizadas

Nada de leite fresco, não devemos beber nada nem leite nem sumos que não estejam pasteurizados, uma vez que a pasteurização mata as bactérias sem modificar as características do alimento, que podem ser prejudiciais ao bebé através da salmonelose ou toxoplasmose também. 

4. Queijos frescos ou moles

À semelhança do leite fresco, também o queijo fresco e outros queijos não pasteurizados contém bactérias como a listeria (responsável pela listeriose), por isso não devem ser consumidos na gravidez.

Eu guie-me por esta lista, queijos que não devemos comer: Tudo que seja queijos moles, mesmo aqueles feitos com leite pasteurizado,  incluindo o queijo da serra, Brie, Brie Azul, Cambonzola, queijo fresco, Camambert, Crottin, Tallegio, Philadelphia, Dairylea, Mozzarella, Chaumes, Pont L'Eveque, Taleggio, acherin-Fribourgeois, Bergader, Bleu d'Auvergne, Wensleydale, Shropshire Azul, Gorgonzola, Roncal, Roquefort, Stilton, Wensleydale (azul).

Quejios que poderemos comerQueijos duros e curados como Cheddar, Quark, Ricotta pasteurizado, Cheshire, Derby, Jarlsberg, Babybel, Double Gloucester, Parmesão, Edam, Gouda, Emmental,  Pecorino (duro), Gruyere, Halloumi, Paneer, Havarti, Lancashire, Manchego, Orkney, Provolone, Red Leicester.

5. Marisco, crustáceos ou bivalves crus

O marisco é também um alimento com alto risco de intoxicações alimentares e também com risco de bactérias como a salmonelose se for consumido cru, por isso o melhor é evitar e nunca comer sem estar bem cozido. Assim por aqui não tenho comido nada de marisco, nem mesmo paté caseiro que contém delícias cruas, prefiro não facilitar.

6. Frutas e legumes não lavados ou saladas

Comer frutas ou legumes crus não lavados corremos um grande risco também de toxoplasmose, assim as frutas e legumes devem ser sempre bem lavados, em qualquer altura, mas na gravidez é essencial. As saladas e outros legumes que possa comer cruz lavo sempre com água corrente e depois deixo demolhar um pouco em água com algumas gotas de vinagre para desinfectar. Saladas não como fora de casa, entenda-se restaurantes e afins.

7. Peixes com alto teor de mercúrio

Peixes como o tubarão, peixe-espada, espadim, cavala, perca e atum são muito ricos em mercúrio por isso devem ser consumidos com moderação, não mais que 400g por semana. Também não devemos abusar da ingestão de peixes gordos como a sardinha ou o salmão. No entanto não se esqueçam que o consumo de peixe é importante por ser dos alimentos mais ricos em omega-3.

8. Carne ou peixe fumados

Alimentos como presunto, chouriço ou outros enchidos, ou mesmo salmão fumado não devem ser consumidos em cru, também por risco de toxoplasmose, assim só podem ser consumidos depois de muito bem cozidos.

9. Infusões de ervas ou chás

Existem muitos chás que podem ter vários riscos para o bebé, alguns que são abortivos, outros que sendo demasiado calmantes também podem provocar aborto se tomados nos primeiros meses, assim por aqui não tomamos chá simplesmente, apenas de limão, de vez em quando para evitar uma gripe. Existem também determinados chás que já li serem aconselhados mais para o final da gravidez, mas isso será assunto para outro dia.

10. Gelados ou sorvetes caseiros

Gelados ou sorvetes que possam conter vestígios de ovos crus ou que possam estar mal acondicionados não devem ser comidos principalmente na gravidez, não quer dizer que não possam comer gelados, principalmente à base de água e fruta são os mais indicados.

11. Comida processada ou artificial

Pessoalmente já evito ao máximo este tipo de comida sempre, mas principalmente na gravidez é de evitar, comida processada contém muitas vezes corantes, conservantes e provavelmente alguns produtos bem nocivos à nossa saúde e do bebé, por isso optem sempre por comida o mais caseira possível. Corantes artificias ou adoçantes artificiais também não são aconselháveis, nada como prevenir.

12. Alimentos fora da validade 

Normalmente os alimentos frescos fora do prazo de validade não estarão bons para consumir, no entanto podem ver aqui uma lista com alguns alimentos que poderão ser consumidos mesmo que fora da validade, mas não na gravidez. Na gravidez o melhor é não comer qualquer tipo de alimento que esteja fora da validade ou que possa conter bactérias. Lembro também que não devem comer cogumelos frescos sem saber a sua origem, nada de inventar e comer cogumelos que o vizinho apanhou na mata ou algo do género, uma intoxicação alimentar na gravidez pode ser fatal para o bebé. Não arrisquem.

Fonte: http://demaeparamae.pt/artigos/que-se-pode-comer-durante-gravidez-seus-riscos